top of page

RUPTURAS E DESDOBRAMENTOS NO UNIVERSO DAS LINGUAGENS DAS ARTES

Atualizado: 26 de mar. de 2021

Parte 1


A história da arte nos mostra como ela sempre foi e será rebelde. Ela sempre será o espaço da liberdade, porque é busca e existe espaço para a experiência. O artista sempre descobre com os “acasos”, novas formas de se expressar. Com isto, entendemos que a criação está vinculada ao processo do fazer. Sem o fazer, não existe criação. Com isto, podemos deduzir que a prática artística está sempre se renovando e fazendo RUPTURAS técnicas e estéticas.


Vincular o trabalho de um determinado artista somente no tempo Histórico e querer entendê-lo somente por este aspecto é um grande erro. Existem inúmeros aspectos na obra que muitas vezes, nem o próprio artista pode interpretar.

Aliás, certa vez assisti a uma palestra com o nosso querido Rubem Alves, cujo título era : “A ideologia da obra”. Entre tantas coisas que ele disse, entendi resumidamente que quando o escritor termina o seu livro ou o artista visual termina uma tela, assim como em todas as linguagens da arte, ele já não tem mais o domínio sobre a sua própria obra. Ela vai ser lida, vista e interpretada pelas futuras gerações. Melhor dizendo, a obra tem uma ideologia própria.


Rubens Alves (1933-2014).


O assunto é grande! Poderia escrever sobre ele infinitamente. Por hora, vamos falar um pouco sobre as rupturas técnicas e temáticas feitas aproximadamente nos últimos 200 anos, porque foram as mais rápidas e radicais possíveis em toda a história da arte.


RUPTURA E RADICALIDADE – palavras chaves da atualidade. As linguagens da arte não ficariam fora disto.


As linguagens artísticas dividem-se em Artes Visuais, Teatro, Música e Dança, literatura, cinema, poesia, fotografia e as diversas maneiras de expressões por meio das artes. Hoje existe uma fusão entre todas, difícil às vezes de dar um significado e um nome para alguns movimentos. Tudo pode ser híbrido como as performances, vídeo-arte, arte de ação, arte conceitual, arte processual, assemblage, tableau object, combine painting e muito mais.


MÚSICA - Sala Minas Gerais/Orquestra Filarmônica de Minas Gerais – Belo Horizonte.



DANÇA – Grupo Corpo – Belo Horizonte / MG.



TEATRO – Romeu e Julieta – Grupo Galpão – Belo Horizonte - MG.


O Instituto Inhotim é a sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil e considerado o maior museu a céu aberto do mundo. Está localizado em Brumadinho, á 60 km de Belo Horizonte – MG. Veja algumas imagens tiradas do local.














 

LÚCIA CASTANHEIRA ESCOLA DE ARTES - 19/03/2021.


HOJE FIZEMOS UMA PRÉVIA DO QUE ABORDAREI NOS PRÓXIMOS BLOGS.

TEREMOS CONVIDADOS TAMBÉM PARA ENRIQUECER ESTE ASSUNTO TÃO FASCINANTE.


Fontes: Thomas, Karin –DICCIONARIO DEL ARTE ACTUAL.


91 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page